terça-feira, 5 de maio de 2009

UBERABÃO, O MAJESTOSO


O Estádio Engenheiro João Guido, ou carinhosamente e popularmente conhecido como Uberabão, foi inaugurado em 10 de Junho de 1972, com toda a pompa e circunstância, tendo como jogo inicial, Seleção Brasileira principal (sem Pelé, que tinha se despedido da seleção, no ano anterior) X Seleção Brasileira olímpica. O resultado foi 2 a 1 para a seleção Brasileira principal. Rivelino fez o primeiro gol, Zé Carlos empatou para a seleção olímpica e Jairzinho deu números finais à partida.

O sonho de nossa cidade em possuir um estádio à altura de grandes jogos e espetáculos não se realizou do dia para a noite. Foram 10 anos para essa consolidação, começando por 1962, quando o presidente do Uberaba Sport Clube, Dr. Edgard Rodrigues da Cunha, adquiriu o terreno da antiga Chácara dos Pereiras e deu início à construção do campo esportivo que, em principio, seria destinado ao USC. Por falta de entendimento da diretoria, não se deu prosseguimento à obra. Em 1968, o prefeito João Guido se entusiasmou com o projeto, Dr. Edgard doou o terreno ao município e a obra foi retomada. A partir dessa doação, o estádio passava a ser municipal, sob responsabilidade da prefeitura.

Até 1982, era o segundo maior estádio de Minas Gerais, porém perdemos esse posto com a construção do Estádio João Havelange/ Parque do Sabiá, em Uberlândia.
Nesses quase 37 anos, o futebol brasileiro mudou muito, os clubes do interior têm muitas dificuldades para montar grandes esquadrões e tanto o Uberaba Sport, quanto o Nacional se inserem nesse contexto, mas o Majestoso Uberabão está aí para ser o palco de grandes espetáculos futebolísticos.

Nenhum comentário: