terça-feira, 4 de agosto de 2009

Agosto - mês do Folclore

Moçambique"Camisa verde e branco" (latas na canela: gumga)

Congada "Batalhão do Norte"
Moçambique e Congos – História e Tradição em Uberaba

Essas manifestações folclóricas são identificadas em etapas: Reinado, na qual acontece o Cortejo Real, do Rei e da Rainha, festeiros do ano; o Fitão e a Missa em Ação de Graças na qual são sorteados os novos Reis.

O agrupamento de congadeiros, moçambiqueiros ou vilões em torno das bandeiras dos Santos Padroeiros é chamado de Terno ou Guarda, formado por soldados, oficiais e dançadores. Os ternos Moçambique e Congo se diferem pelas vestimentas, pelos instrumentos e pela caracterização.

A Congada – que mostra uma admiração pela República – segue o ritmo do Congo e o estilo de Quartel, em homenagem a Marechal Deodoro da Fonseca. Em Uberaba, destaca-se o terno do Senhor Sebastião Mapuaba.

O Moçambique é uma dança sapateada e o vilão usa a sanfona como instrumento diferenciador. Cada terno tem sua cor característica e um dos mais conhecidos na cidade é o de Manoel Nazareth de Oliveira, Zinego.
Mais informações nos Cadernos de Folclore, publicados pelo APU e à disposição dos pesquisadores.

Nenhum comentário: