segunda-feira, 3 de junho de 2013

Ações Educativas da Superintendência de Arquivo Público

Diálogos entre a história, a educação e a cultura

O Projeto Ações Educativas tem como finalidade fortalecer o sentimento de identidade por meio do resgate e apropriação de elementos do legado cultural, reunidos no acervo institucional. Assim, além de divulgar a história local e fomentar a preservação e a pesquisa documental o Projeto Ações Educativas, visa programar ações que fomentam a curiosidade, o diálogo, a valorização e o reconhecimento da importância da preservação, e das referências históricas, incentivando o protagonismo das crianças e jovens, prioritariamente nestes aspectos.
De fevereiro a abril de 2013, aproximadamente 460 alunos do ensino fundamental à Universidade, das redes públicas e privadas foram contemplados com o Projeto Ações Educativos na sede da Superintendência.
Tendo como parceiros o Instituto Agronelli de Desenvolvimento Social no “Projeto Cultura e História do Meu Bairro”, a Biblioteca Pública Municipal Bernardo Guimarães e o Curso de História da UFTM, o Projeto Ações Educativas pretende realizar uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação na implantação de visitas guiadas com as turmas de 3º ano do Ensino Fundamental.
Alguns depoimentos de alunos visitantes:


“Foi um passeio inesquecível, o que aprendemos vamos levar para o resto da vida.” Mayara Marçal - Escola Estadual Felício de Paiva


“Lá tinha milhares de documentos e fotos, e os documentos são tão antigos
que para pegá-los temos que usar luvas”
Isabela Aparecida Passos - Escola Estadual Felício de Paiva




Guardar uma coisa não é escondê-la ou trancá-la. Em cofre não se guarda coisa alguma. Em cofre perde-se a coisa à vista. Guardar uma coisa é olhá-la, fitá-la, mirá-la ou admirá-la, isto é, iluminá-la ou ser por ela iluminado. Guardar uma coisa é vigiá-la, isto é, fazer vigília por ela, isto é, velar por ela, isto é, estar acordado por ela, isto é, estar por ela ou ser por ela. (...)

Antônio Cícero

Nenhum comentário: