terça-feira, 21 de março de 2017

UBERABA – 197 ANOS


           



O Arquivo Público de Uberaba/Secretaria de Governo, em comemoração ao 197º aniversário da cidade, está compartilhando com a comunidade uberabense, algumas curiosidades relativas à vida do Major Antônio Eustáquio[1] da Silva e Oliveira, extraídos de seu inventário, sob a guarda e preservação da instituição. Depois de um estudo aprofundado feito por seus historiadores, foram identificados aspectos relevantes e curiosos do cotidiano desse personagem histórico como: herdeiros, familiares, propriedades, escravos, objetos pessoais e utensílios domésticos.
            O próprio Major foi quem redigiu e registrou o seu testamento, em março de 1827, e, entre outras determinações, declarou Vigário Silva como seu testamenteiro principal.
            Em 1832, após a sua morte, teve início o processo de inventário de seus bens, concluído em 1845.
            Segundo alguns historiadores, o Sargento Mor Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira nasceu em 1769, chegou a Uberaba por volta de 1811/1812 e faleceu no ano de 1832.
Foi pai de dois filhos, Francisca da Silva e Oliveira e Valariano Antônio de Mascarenhas, reconhecidos nos autos de seu inventário, mas não teve filhos com sua esposa Ana Angélica de Jesus.
Antônio inicia o seu testamento, fazendo a encomenda de sua alma: (...) “a Santíssima Trindade que a criou (...) e a todos os santos e santas da corte do céu. (...) E assim (...) espero salvar a minha alma pelos merecimentos da paixão e morte de Nosso Senhor Jesus Christo” (...). Também ordenou que fossem rezadas seiscentas missas em intenção de sua alma, das pessoas com as quais fez negócios, para seus falecidos pais e pelas almas do purgatório que mais tivessem necessidade. Além disso, deixou doações em dinheiro para vinte órfãos ou filhas de família pobres e mais 50 mil réis para a construção de uma cadeia, na cidade, e libertou alguns escravos sob determinadas condições: “Deixo o meu escravo Manoel Ferreiro forro, com a obrigação de fazer de graça as obras que minha mulher precisar (...) e Manoel será obrigado a fazer todas as obras da igreja de São Sebastião, caso a farão em sua vida”. (Inventário de Major Eustáquio. p.8v.).
            Em seu inventário destacam-se:
- a Chácara Boa Vista (atual EPAMIG), onde viveu com sua esposa e recebia seus parentes, amigos e negociantes. Além da residência, na chácara, havia engenho, moinho, monjolo, curral murado de pedra, moenda para o fabrico de rapadura, aguardente, açúcar e tenda de ferreiro;
- do plantel de 31 escravos pertencentes ao Major, alguns apresentavam habilidades profissionais, como oficial de ferreiro e carpinteiro, e moravam e executavam as diversas tarefas da chácara;
- dos objetos da casa de Antônio Eustáquio e Ana, chamam a atenção: 16 catres (camas), um aparelho de café de xícaras douradas e uma grande quantidade de talheres de prata (coisa rara e cara, para a época);
- do seu guarda roupa: uma farda, dragonas douradas, coletes de seda, cetim e fustão, calças de brim e chapéus, tudo da melhor qualidade e boa parte vinda do Rio de Janeiro, capital do Brasil, naquela época;
 - dos armamentos: uma espada (fiel e bala real) e uma arma de fogo “fulminante” nova;
- dos objetos diversos: um relógio de ouro, arreios de prata, uma palmatória, uma balança de pesar ouro, além de dois livros de legislação da Independência.
            Todos seus bens foram avaliados em 31:873#000 (trinta e um contos e oitocentos e setenta e três mil réis). Uma fortuna!!
Bom, isso é só um tira gosto! O inventário traz mais uma centena de curiosidades. Para quem se interessar em saber mais ou para o professor que quiser mergulhar, com seus alunos, no fantástico universo da pesquisa (sobre o Major, ou sobre outros itens relacionados à história de nosso município), é só entrar em contato com o Arquivo Público de Uberaba pelo telefone: 3312 4315. Os historiadores João, Luís Henrique e Miguel receberão a todos muito bem e com muitas curiosidades!

Superintendência de Arquivo Público de Uberaba
Atendimento à pesquisa: de segunda a sexta, das 8h30 às 11h30 e das 13h às17h30.
Praça Dr. José Pereira Rebouças, 650 (Mogiana)
Bairro Boa Vista - CEP 38017270
Tel. (34) 3312 4315 - 333802864
emails: arquivopublico@mednet.com.br e arquivouberaba@yahoo.com.br
blog: http://arquivopublicouberaba.blogspot.com.br/





[1]                     Foi mantida a escrita registrada nos documentos.

Nenhum comentário: