quarta-feira, 29 de junho de 2016

Primórdios de uma sociedade patriarcal


A propaganda da Drogaria São Sebastião em Uberaba, publicada nos anos de 1930 no jornal Lavoura e Comércio, desvela de maneira sutil o papel de subserviência que a mulher ocupava na sociedade brasileira. Mesmo que em tom de brincadeira, o marido poderia dar uma "sova" na esposa, caso ela no comprasse os produtos do estabelecimento. Tal fato era visto com naturalidade. 

Confira:


Thiago Riccioppo

terça-feira, 28 de junho de 2016

Você já acessou a Hemeroteca Digital de Uberaba?

Já pensou poder relembrar algumas memórias de Uberaba ou até sentir o gostinho de uma época que você não viveu? A Hemeroteca Digital do Arquivo Público reúne mais de cinquenta mil edições de 85 jornais de 1875 a 2003 e está disponível no site:http://bit.ly/28RIn3R. É possível procurar publicações por palavras-chave, nome do jornal ou até data de publicação para conhecer mais da história de nosso município. ACESSE:





Assista o vídeo sobre o projeto Hemeroteca Digital !

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Lançamento da Hemeroteca Digital de Uberaba




A coletiva de imprensa reunida no dia 23 de junho no Gabinete do Prefeito, às 14h30, teve como objetivo divulgar o importante trabalho realizado pela prefeitura municipal de Uberaba através da Superintendência do Arquivo Público de Uberaba.

Um Arquivo Público tem a função de recuperar acervos, preservá-los e divulgá-los para todos. Vários acervos de jornais foram recuperados no período de 2013 a 2015, entre eles cito o Lavoura e Comércio, Gazeta de Uberaba e o Waggon.

Um documento tem que ter vida e disponibilizá-lo em formato digital tem sido um grande avanço que atende a Lei de Acesso à Informação 12.527, de 2011, e o Decreto 4.955, de 17 de julho de 2012, que a regulamentou em Uberaba que a informação digital é livre e de domínio público.

A tramitação da parceria para a digitalização dos jornais de Uberaba iniciou em março de 2013, com a Fapemig, a Secretaria de Cultura, que através do Arquivo Público Mineiro nos orientou tecnicamente sobre todo o processo de digitalização dos jornais.

A duração do projeto de parceria foi de aproximadamente dois anos, iniciado em 2013 e finalizado em janeiro 2016.

A Superintendência do Arquivo Público de Uberaba viabilizou a contratação de 12 estagiários da UFTM, Uniube e Unipac, dos cursos de História, Geografia, Língua Portuguesa, Serviço Social e Logística, todos pagos pela Fapemig.

O processo da digitalização dos jornais obedeceu criteriosamente as seguintes etapas:

- cada página do jornal recebeu um número, ou seja, um código de identificação;
- posteriormente cada página foi digitalizada;
- em seguida as páginas foram recortadas;
- e, finalmente, foi realizada a indexação.

Foi um trabalho longo e grandioso que exigiu uma força tarefa da equipe da Superintendência do Arquivo Público de Uberaba.

Os jornais contemplados nesta parceria foram:
- Gazeta de Uberaba – 1875 a 1916 e 1934 a 1939;
- Lavoura e Comércio – 1899 a 2003;
- Correio Católico – 1935 a 1972;
- O Sorriso – 1930 a 1933;
- O jornal – 1933 a 1938;
- Uberaba Jornal – 1938 a 1944;
-O Triângulo – 1937 a 1951;
- Jornal de Uberaba – 1897 e 1947 a 2003;
- Cidade Livre – 2002 a 2006;
- Cidade Hoje – 1988 a 1989;
- Jornal da Manhã – 1972 a 1980;
- O Waggon – fevereiro de 1884 a agosto 1884.

Concluindo: Foram digitalizadas 200 mil imagens somente em Uberaba, pioneira no interior de Minas Gerais.

Uberaba é cidade piloto na parceria que queremos avançar em uma segunda etapa, com a região do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba.

Agradeço toda a equipe de servidores da Superintendência do Arquivo Público de Uberaba, aos diretores Edguimar, João e Pollyanna e a coordenadora do projeto Raquel Blancato. Muito obrigada a todos vocês e ao público que esteve presente no lançamento da Hemeroteca Digital de Uberaba. 



MARTA ZEDNIK DE CASANOVA

Superintendente do Arquivo Público de Uberaba


***Acesse o portal da Superintendência do Arquivo Público (Hemeroteca Digital de Uberaba) no site da Prefeitura Municipal de Uberaba, clicando aqui!

*** Ou acesse o portal do Memorial da Imprensa - Hemeroteca Digital do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, clicando aqui!


terça-feira, 21 de junho de 2016

A moda em Uberaba na década de 1920

Os ateliês de costura eram "o ponto alto" da moda uberabense no ano de 1929. Uma das referências da moda feminina nesta época era o Ateliê da franco-brasileira Zazá Chirée. A própria expressão "Atelier" utilizada na época, vem da língua francesa. Eram comuns a incorporação de expressões em francês na língua portuguesa, uma que as mesmas tinham sinônimo de refinamento e requinte.



Uberabense: Você é o nosso convidado para o lançamento da Hemeroteca Digital de Uberaba (Acervos de jornais antigos)