Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2013

TREZE DE MAIO DE 1888

         Durante todo o período da escravidão no Brasil, as relações entre senhores e escravos foram marcadas por enfrentamentos sangrentos. Dentre vários acontecimentos contra o sistema, os levantes, as rebeliões, as fugas os suicídios fizeram parte desse cenário durante mais de trezentos anos de escravidão. De um lado, os senhores proprietários de escravos usando de vários artifícios para o controle dos seus plantéis, e do outro, o escravo articulando várias formas para conseguir a tão sonhada liberdade. O processo para o fim da escravidão foi feito gradativamente. Várias leis foram criadas durante o século XIX para chegar ao tão sonhado 13 de Maio de 1888. Em 1850, a Lei Eusébio de Queiroz , proibiu a vinda de escravos oriundos da África para o Brasil, com essa medida o preço do escravo sobe assustadoramente e agora o tráfico interprovincial de escravo é que vai suprir nas fazendas os plantéis de escravos. A Lei do Ventre Livre, de 28 de Setembro de 1871, libertou todos os c

Acesso à informação Pública é tema de palestra para servidores da Superintendência de Arquivo Público

      Convidados pela Superintendente de Arquivo Público, Marta Zednik de Casanova e Edguimar Antonio Oliveira, os servidores Carlos Alberto de Oliveira e Werlaine Felix Moura, ambos da Controladoria do Município de Uberaba com a finalidade de ministrarem uma palestra para os servidores da Superintendência. O tema abordado foi a LEI DE ACESSO À INFORMAÇÃO PÚBLICA - Lei Federal  n° 12.527 de 18 de novembro de 2011 - Regulamentada pelo Município - Decreto 4.955, de 17 de julho de 2012.     Esta Lei representa uma mudança em matéria de transparência pública, pois estabelece ampliar o acesso da população à obtenção de informações e documentos, e tem como um dos principais desafios vencer a cultura de segredo, onde as informações são retidas impedindo o cidadão de exercer seus direitos.       É interessante ressaltar que a primeira Nação do mundo a desenvolver essa lei foi a Suécia em 1766; já na América Latina, a Colômbia é pioneira ao estabelecer, em 1888, um Código que tornava livre

EMBAIXADOR DA NAMÍBIA VISITA A SUPERINTENDÊNCIA DE ARQUIVO PÚBLICO

Imagem
Superintendente do Arquivo Público Marta Zednik de Casanova recepcionando o embaixador da Namíbia Leneekela J. Mboti            A Superintendência de Arquivo Público recebeu, em 02 de maio de 2013, a visita do embaixador da Namíbia Lineekela J. Mboti e o primeiro secretário da embaixada Siluka Kabuku, acompanhados do intérprete Alex De Souza. Os visitantes foram recebidos pela superintendente Marta Zednik de Casanova, funcionários da instituição, historiadores, representantes da Academia de Letras do Triângulo Mineiro, Forúm Permanente dos Articulistas de Uberaba e Região, além de várias autoridades que se fizeram presentes.           No discurso a Superintendente agradeceu a presença do embaixador e disse que é uma honra recepcioná-lo. Fez um pequeno histórico da Namíbia e disse que no Brasil considera-se a Namíbia como nossa coirmã no que se refere ao processo de colonização estrangeira, à cultura e hoje numa interação comercial muito importante. Disse ainda que Namíbia