Postagens

Secretário adjunto visita o Arquivo

Imagem
                                       O Arquivo Público de Uberaba recebeu em 26 de abril,   a visita do Dr. Marco Antônio de Figueiredo, secretário adjunto da Secretaria de Defesa Social de Uberaba.  Na oportunidade, em conversa informal ele disse que escreve matérias em jornais das cidades de Uberaba, Porto Alegre e São Paulo, e que deseja, no futuro, fazer pesquisas históricas no APU e ajudar a construir a historiografia de sua cidade. José R. Resende Filho, superintendente do Arquivo Público de Uberaba e Dr. Marco Antônio de Figueiredo, secretário adjunto da Secretaria de Defesa Social de Uberaba

Descendentes de Tiradentes em Uberaba

Imagem
                   Os primeiros familiares de Tiradentes chegaram em Uberaba em meados do século XIX. Dona Maria Francisca da Silva, casada com o filho de Tiradentes, João de Almeida Beltrão, transferiu-se para Uberaba trazendo seus filhos, netos de Tiradentes.  O memorialista e Agente Executivo de Uberaba, Antônio Borges Sampaio, que chegou na cidade  em 16 de setembro de 1847, publicou um livro onde refez a trajetória de familiares de Tiradentes em Uberaba, baseando-se nas informações que lhes foram passadas por uma filha de Maria, dona Carolina . Ouvindo os seus relatos, Sampaio refez a descendência de Tiradentes, da seguinte maneira:   Segundo Sampaio,   D. Carolina Augusta Cesarini, a neta do alferes Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, reside em Uberaba desde 1848 e nasceu nos Quarteis Gerais em 1819, contando com isso com 85 anno de idade. Em consequencia da moléstia que afflige desde a mocidade, permance deitada em um canapé, conservando o espírito lúcido, e re

Curiosidade sobre o feriado de 21 de abril

     Você sabia que no dia 21 de abril a capital do Estado de Minas é transferida simbolicamente para a cidade de Ouro Preto?   Veja   o artigo 256   da Constituição do Estado de Minas Gerais: Art. 256 – É considerado data magna do Estado o dia 21 de abril, Dia de Tiradentes, e Dia do Estado de Minas Gerais, o dia 16 de julho. § 1º - A semana em que recair o dia de 16 de julho constituirá período de celebrações cívicas em todo o território mineiro, sob a denominação de Semana de Minas. § 2º - A Capital do Estado será transferida simbolicamente para a cidade de Ouro Preto no dia 21 de abril e, para a cidade de Mariana no dia 16 de julho”. Art. 2º - Esta emenda à Constituição entra em vigor na data de sua publicação. Palácio da Inconfidência, em Belo Horizonte, aos 03 de julho de 1997.

Documentário Poético - Cartografia Material e Imaterial

          O Projeto Cartografia Material e Imaterial de Uberaba aprovado em edital realizado pela Fundação Cultural de Uberaba com recursos da Lei Aldir Blanc, tem como intuito documentar de maneira poética dez patrimônio históricos culturais da cidade de Uberaba, tombados através de decretos.      Inspirado na obra poética de Alberto Caeiro "O Guardador de Rebanhos", o projeto consiste em dez vídeos de aproximadamente cinco minutos cada, lançados separadamente em forma de episódios.            A cada episódio o espectador é convidado a conhecer melhor um novo bem dentre os dez escolhidos para esse projeto, todos considerados e reconhecidos patrimônios históricos e culturais da cidade de Uberaba. O projeto se desenvolve com imagens que registram os bens em situação atual, em uma composição que também se utiliza de fotografias antigas encontradas em acervo, dessa forma cada patrimônio tem sua história contada de um jeito único e afetivo.          O "Projeto Cartografia Ma

Projeto Documentário - Cartografia Material e Imaterial de Uberaba

Imagem
Projeto de Documentário aprovado pela Fundação Cultural de Uberaba com recursos da Lei Aldir Blanc está documentando 10 patrimônios históricos de Uberaba tombados através de decretos. Segundo Kete Árabe, uma das responsáveis pelo projeto, não se trata de um documentário convencional, mas de um documentário poético. O projeto Cartografia Material e Imaterial de Uberaba consiste em 10 documentários curtos de até 5 minutos que ficarão disponíveis na plataforma do Youtube. O patrimônio imaterial será produzido em outra ocasião, pois,  " devido à pandemia, não será apropriado agora, pois não prescindi das manifestações populares", afirma Kete. A consulta aos documentos catalogados pelo  Arquivo Público de Uberaba é um importante apoio para esse trabalho, onde se destaca a Memória, tendo com exemplo os registros do jornal Lavoura. O diferencial do projeto é a acessibilidade e contará com libras e áudio descrição, com objetivo de trazer esse público para o cenário cultural. Kete

Prefeitura mantém calendário popular

Imagem
           Publicado no Porta-Voz do município, a portaria nº 001/20 manteve a eficácia plena do parágrafo 1º - do artigo 6 º da Lei Municipal 12.608, de 20 de outubro de 2011. E ssa legislação consolida o calendário popular, permitindo que a população faça uma reflexão sobre a realidade e a cultura negra no âmbito municipal.             Antes de ser considerado feriado, o dia 13 de Maio era a referência em relação à "libertação dos escravos", graças a um decreto imperial. Contudo, a realidade apontava que a libertação ocorreu depois de lutas e sacrifícios.               A data 20 de novembro refere-se a morte do líder Zumbi, do quilombo dos Palmares, que era uma região situada entre os Estados da Bahia e Pernambuco, que servia de abrigo e resistência da comunidade negra diante das investidas dos fazendeiros escravocratas e do governo da época.          Capa do livro "Onda Negra, Medo Brando", de Célia Maria de Azevedo      O Brasil se tornou local de lu

Arquivo Público recebe doação de livros de Eva Reis e de Reis Junior

Imagem
                 O Arquivo Público de Uberaba enriqueceu o seu acervo com a recente doação de livros, correspondências, fotos, requerimentos e certidões, que pertenceram a Eva Reis e de Reis Junior.                    A doação,  feita por Estevão Bacon, passa agora a compor o conjunto de documentos da Instituição e possibilitará que historiadores, estudantes e comunidade em geral, se debrucem sobre a vida e a produção literária desses importantes personagens históricos de nossa cidade. Documentos doados para o acervo do Arquivo Público de Uberaba