Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2011

Uma História Pitoresca: As Exéquias da Palmatória

Imagem
A utilização de castigos na educação é antiga, tão antiga, quanto polêmica, confunde-se com a própria história dessa instituição basilar. Dentre os instrumentos de punição física, a palmatória talvez seja um dos mais conhecidos. Utilizada nos alunos indisciplinados, a férula, como também era chamada, causava medo entre os estudantes. Presente em diversos países, sua prática só foi abolida na Inglaterra, no final do século XX, em 1989, e ainda é usual em algumas nações, principalmente as orientais. No Brasil em 1980, os castigos corporais foram criminalizados e com a criação do Estatuto da Criança e do Adolescente, em 1990, a palmatória foi suprimida. Segundo a historiadora Mary Del Priori, em seu livro “A História das Crianças no Brasil”, o artefato foi introduzido na colônia brasileira pelos jesuítas como ferramenta disciplinadora. Amplamente difundida, foi ferozmente utilizada pelos senhores de escravos nos cativos desobedientes. " A partir da segunda metade do século XVIII, co

ARQUIVO PÚBLICO DE UBERABA E UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO

Imagem
Já faz algum tempo que Arquivo Público de Uberaba e Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) mantêm parceria. Às vezes, os alunos do curso de graduação em História passam horas na instituição, acompanhados de professores, e conhecem o acervo, como ele é organizado, as atividades rotineiras, as pesquisas em andamento e muito mais. Em outras ocasiões, fucionários do Arquivo vão à Universidade, conversar sobre ofício de historiador, guarda e preservação de documento ou algum tema específico, sugerido por docentes.            De um modo ou de outro, o interesse dos discentes sempre foi destaque e a possibilidade de que alguns questionamentos feitos por eles, posteriormente, se transformem em objeto de pesquisa, desenvolvida com base na documentação sob poder e guarda do Arquivo, foi o início da parceria. Com muita alegria, o Arquivo Público anuncia que essa bem sucedida união foi consolidada com a assinatura de um convênio no qual UFTM e APU estabelecem ações de cooperação