Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2017

Servidor do Arquivo Público de Uberaba participou de Seminário sobre Arquivologia em São Paulo

Imagem
O servidor do Arquivo Público de Uberaba Edguimar Antônio de Oliveira , que atua na instituição na área de Gestão de Documentos e Arquivo Administrativo, participou nesta quinta-feira (29/06), do Seminário “Tipologia Documental em debate”, realizado no Arquivo Público Histórico de São Paulo.   O evento contou com importantes nomes da Arquivologia do  Brasil e da Espanha, como a Dra. Ana Maria de Almeida Camargo, historiadora, arquivista e professora da Universidade de São Paulo (USP), que também é consultora da Fundação Fernando Henrique Cardoso. Além de  Julia María Rodriguez Barredo , do Grupo de Archiveros de Madrid  e ANABAD; Dr. André Porto Ancona Lopez da Universidade de Brasília – UnB e Dra. Heloísa Liberalli Bellotto , historiadora, arquivista e professora da Universidade de São Paulo – USP. Edguimar Antônio de Oliveira entende que sua participação no Seminário foi importante para o aprimoramento das atividades arquivísticas que realiza em Uberaba, "especialmente

Arquivo Público de Uberaba capacita Servidores

Imagem
O Arquivo Público de Uberaba promoveu no dia 29 de junho de 2017 o curso de capacitação em “ Arquivo e o Patrimônio Documental” ministrado pelos servidores Raquel Blancato, apoio administrativo, e Luiz Cellurale, historiador. O curso teve como objetivo capacitar os servidores das áreas da limpeza e vigilância, Indirlene Dorneles, Mariano Leite, Luiz Damasceno e Carlos Raposo, no que tange as noções básicas de arquivo e a importância da instituição como detentora do patrimônio documental. A servidora Raquel Blancato explanou que o Arquivo Público de Uberaba, criado em 1985, é uma Superintendência vinculada à Secretaria Municipal de Governo, e tem como atribuições promover a gestão de documentos, o recolhimento, a organização, a preservação e a difusão do patrimônio documental, provenientes do poder público e dos arquivos privados de interesse público e social, disponibiliza o seu acervo para fomentar a pesquisa, as manifestações culturais e as ações educativas. Que o Arqu

Arquivo Público de Uberaba digitalizará originais de Carolina Maria de Jesus

Imagem
N esta quarta-feira (28), o Arquivo Público de Uberaba recebeu o secretário de Cultura e Turismo de Sacramento, que disponibilizou a coleção de obras originais da escritora Carolina de Maria de Jesus para ser digitalizados. A ação é fruto de uma parceria firmada entre a Prefeitura de Uberaba/Secretaria de Governo por meio do Arquivo Público, com a Prefeitura de Sacramento, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo/Arquivo Público Municipal Cônego Hermógenes Cassimiro de Araújo Brunswik.   O pesquisador do Arquivo Público de Uberaba, Miguel Jacob Neto, destacou a importância de poder digitalizar esse material que será disponibilizado para os interessados em pesquisar sobre a obra da escritora e também poderá ser utilizado para pesquisas internas do arquivo. “É muito importante essa parceria entre os municípios para que haja o estreitamento entre os Arquivos Públicos que só tem a se facilitar o acesso a informações e o desenvolvimento de pesquisas”, pontua Miguel.

Breve História da Imprensa: Os primeiros veículos de imprensa no Brasil, Minas e em Uberaba (Parte 1)

Imagem
Por Thiago Riccioppo* A Superintendência do Arquivo Público de Uberaba lança pesquisa sobre uma breve história da imprensa em Uberaba. Para tanto, dividimos o texto em duas partes. A primeira refere-se ao início da imprensa escrita no Brasil, em Minas Gerais, e particularmente em Uberaba. A segunda parte fala especialmente sobre a trajetória de um dos mais antigos jornais do Brasil até o seu fechament o: o Lavoura e Comércio, que circulou ininterruptamente por mais de 100 anos, até 2004.                                                          O início da imprensa escrita no Brasil e em Minas Gerais              Em 2008 foram celebrados 200 anos da chegada da imprensa no Brasil, tendo para muitos como marco inicial, a publicação do jornal  Correio Braziliense . Contudo, é bom saber que as primeiras edições do Correio Braziliense , o primeiro periódico a falar especificamente do País eram feitas em Londres, comandadas Hipólito José da Costa , uma vez que a atividade