Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2018

Curso do SENAC - Uberaba visita dependências da Superintendência do Arquivo Público de Uberaba

Imagem
Nesta semana, a professora Patrícia Melo e onze alunos do curso em "Assistente Administrativo", promovido pelo Serviço de Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC de Uberaba, visitaram a sede da Superintendência do Arquivo Público de Uberaba para conhecer como se dão os trabalhos de salvaguarda de documentos dos acervos histórico e administrativo do município desenvolvidos pela instituição. Veja algumas imagens da visita:

DOCUMENTO EM DESTAQUE: Deserção de soldados para a Guerra do Paraguai em 1865

Imagem
Dr. Henriques Raimundo des Genettes foi agente executivo de Uberaba, no período de 1865 a 1869. Durante este período ocorreu o episódio da Guerra do Paraguai, onde Raimundo prestou serviço como médico no 32º Batalhão de Guardas Nacionais de Uberaba. Em apoio promoveu o alistamento de voluntários da Pátria para se incorporarem à Guarda Nacional, tendo em vista a organização do sistema de defesa militar diante da invasão do Paraguai no território do Mato Grosso (atual Estado do Mato Grosso do Sul), pelas tropas do Paraguai, em 12 de fevereiro de 1865. Entretanto, a apresentação sem fardas e sem espadas dos recrutas mineiros, aquartelados em Uberaba, provocou embaraços aos vereadores e algumas deserções na força expedicionária.   Outro fato que provocou baixas na tropa foi a varíola. Consta que quase um terço da população uberabense foi vítima da varíola nessa época. Cerca de 600 pessoas, entre soldados e civis, morreram nos três meses de sua duração. Na época era comum a const

SUPERINTENDÊNCIA DO ARQUIVO PÚBLICO DE UBERABA COMPLETA 33 ANOS EM 04 DE NOVEMBRO DE 2018

Imagem
  A Superintendência do Arquivo Público de Uberaba foi fundada em 04 de novembro de 1985. É considerado o maior Arquivo do interior de Minas Gerais, onde os documentos históricos e administrativos interagem na gestão documental. As funções do Arquivo Público são: recolher, resguardar, preservar documentos históricos e dos órgãos da Prefeitura, além de receber documentos privados, de interesse público, tendo como objetivo difundi-los e disponibilizá-los aos cidadãos. Há leis que regulamentam o tratamento que devem receber os documentos públicos. A Lei Municipal 10082/2006 definiu a política de Gestão Sistêmica de Documentos e Informações Municipais (GSDIM), que deve ser aplicada pelos órgãos municipais da administração direta e indireta. A coordenação, implantação, gerenciamento e a normatização da GSDIM são de competência da Superintendência do Arquivo Público, vinculada à Secretaria de Governo, com a participação simultânea de todos os órgãos municipais.               Aprox