Postagens

Mostrando postagens de Março, 2016

Arquivo Público de Uberaba lança folder histórico em homenagem os 200 anos da Anexação do Triângulo Mineiro a Minas Gerais

Imagem
A Prefeitura de Uberaba, através da Superintendência do Arquivo Público de Uberaba, faz homenagem aos 200 anos da Anexação do Triângulo Mineiro a Minas Gerais. O evento ocorreu nesta segunda-feira (28) às 18h no gabinete do Prefeito, onde foi o lançado um fôlder histórico da região. A solenidade contou com a presença do prefeito Paulo Piau e representantes da área cultural e instituições de ensino. De acordo com a Superintendente do Arquivo Público, Marta Zednik de Casanova, o objetivo do evento é homenagear o Triângulo Mineiro, que há duzentos anos passou de Goiás para Minas Gerais, em 04 de abril de 1816. Ela ressalta ainda, que com a sua posição estratégica privilegiada, facilitou a colonização do Brasil Central, com grande pujança econômica que tem se destacado no ranking do Estado, além de evidenciar suas características culturais sui generis. “Nós da Superintendência do Arquivo Público, temos a finalidade de recolher, preservar e divulgar o patrimônio documental uberabe

O assassinato da história

* Marcelo Rede Quando governos propõem reformular o ensino de história, abre-se uma brecha para questionar didáticas e conteúdos tradicionais e sugerir mudanças. Pode ser uma oportunidade ou um desastre. Desde o ano passado, o MEC está elaborando um novo currículo de história. As reações têm sido duras, a começar pelo próprio ministro à época da divulgação da primeira proposta. Demitido do MEC, Renato Janine Ribeiro explicitou suas críticas: falhas de conteúdo; exclusão de horizontes essenciais da trajetória humana; ênfase exagerada em uma perspectiva endógena de história do Brasil, preocupada sobretudo com a atualidade; abandono da cronologia, comprometendo o entendimento temporal dos processos sociais. O que está em jogo é crucial: o que ensinar sobre o passado e como fazê-lo. O conhecimento histórico, sabemos, tem impacto decisivo nas concepções de mundo de grupos e sociedades, na formação de seus interesses morais e materiais e na fabricação de seus projetos de futuro.

120 alunos do Colégio Nossa Senhora das Dores visitam a sede da Superintendência do Arquivo Público de Uberaba

Imagem
Cerca de 120 alunos dos terceiros anos das séries iniciais do Colégio Nossa Senhora das Dores, acompanhados de seus professores, conheceram entre os dias 14, 15, 16 e 17 do mês de março, a Superintendência do Arquivo Público de Uberaba. Com o objetivo de aprimorar o aprendizado em sala de aula com vivências práticas, as crianças assistiram aulas ministradas pela professora Luzia de Fátima Rocha e puderam ampliar os conhecimentos sobre a história de Uberaba, levantada com base nos registros documentais. Conduzidos pelos funcionários do Arquivo, Aline Mariscal, Cristina Pereira, Priscilla Mariano e Pollyna Esteves, eles conheceram as instalações da sede do Arquivo Público, os departamentos e respectivas funções, assim como o acervo formado por documentos em vários formatos, que ajudam a contar a história de Uberaba e região. Esse trabalho é desenvolvido através do Projeto Ações educativas, que tem como principais objetivos resgatar e informar os educandos sobre a história do

8 DE MARÇO - DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Imagem
A Superintendência do Arquivo Público de Uberaba parabeniza as mulheres nesta data tão importante!

AGRADECIMENTOS AO JORNALISTA JORGE ALBERTO NABUT POR DOAÇÃO DE DOCUMENTO RARO

Imagem
A Superintendência do Arquivo Púbico de Uberaba agradece a Jorge Alberto Nabut, grande defensor dos interesses da cultura uberabense, pela doação de um exemplar da  Revista "Lavoura e Comércio Ilustrado".  Trata-se do volume nº 7 da Revista, um documento raríssimo, de elevado valor histórico e único da série que irá compor o acervo da instituição. O exemplar foi publicado em 1911 pelo tradicional jornal da cidade que levava o mesmo nome do magazine.  Capa da Revista "Lavoura e Comércio Ilustrado" de 1911. Destaque para a ilustração de uma típica fazenda de criação de Zebu e do  belo Palacete de Antônio Pedro Naves, que ficava numa esquina da rua Major Eustáquio.  Imagem do time de futebol do Uberaba Sport Club publicada no interior do Revista Lavoura e Comércio Ilustrado. 

SUPERINTENDÊNCIA DO ARQUIVO PÚBLICO DE UBERABA RECEBEU A VISITA DE ESTUDANTES ÀS VÉSPERAS DO ANIVERSÁRIO DE UBERABA

Imagem
No dia 1º de março, vinte cinco alunos e professores da Escola Luciana - APAE/ Uberaba visitaram a Superintendência do Arquivo Público para conhecer a instituição e um pouco da História do Município, especialmente pela proximidade do aniversário de Uberaba. Na ocasião, os servidores da casa apresentaram aos jovens como são os processos de gestão e preservação documental, bem como a importância dos documentos históricos para formação das identidades de uma comunidade. Os alunos percorreram as dependências do prédio do Arquivo Público, tendo contato direto com os documentos e entendendo o cotidiano de trabalho de nossa equipe. Foram momentos profícuos e de bastante alegria, confira pelas imagens : Equipe da Superintendência do Arquivo Público de Uberaba: Professora Luzia de Fátima Rocha, Priscila Mariano, Aline Mariscal e Pollyanna Esteves  com os alunos e professores da Escola Luciana APAE. Créditos: APU

A SUPERINTENDÊNCIA DO ARQUIVO PÚBLICO PARABENIZA UBERABA PELOS 196 ANOS

Imagem
Você sabia que o Centenário de Uberaba já foi comemorado em 1911 em festividade organizada pela Sociedade Civil? Época em que foi comemorado o centenário de Uberaba, em 1911 Foto: Acervo Superintendência do Arquivo Público  A Superintendência do Arquivo Público de Uberaba constatou em pesquisas documentais, que o centenário de Uberaba foi comemorado em 13 de fevereiro de 1911, data em que a cidade foi elevada à condição de Distrito, fato registrado pelo Jornal Lavoura e Comércio . Em 05/02/1911, o Jornal Lavoura e Comércio reportou o trabalho de uma comissão de civis que se organizaram no sentido de angariar fundos para comemorar o centenário, conforme registro abaixo: [...] é verdade ter-se já resolvido festejar condignamente e oficialmente o centenário da cidade em 3 de maio próximo, realisando-se por essa ocasião a exposição agro-pecuaria, devido a motivos que só encontraram justificativas na dureza da estação invernosa, mas também constituira razão para nada