Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2011

CINE THEATRO SÃO LUIZ E OS PRIMÓRDIOS DA DRAMATURGIA EM UBERABA

Imagem
Cíntia Gomide Tosta Pontuada de altos e baixos, a história do Cine Theatro São Luiz é antiga e está entrelaçada aos primórdios da dramaturgia em Uberaba. Segundo PONTES (1907), o padre Zeferino Batista foi o precursor desta arte na cidade, exercendo o papel de diretor cênico dos dramas, comédias e monólogos. Dos autores teatrais da época, destacava-se o Sargento Antônio Cezário, criador, entre outras, da comédia “O Collegio de D. Abelha”, obra que tecia uma fina crítica a alguns atos clericais.  Desde 1835, grupos de teatro amador apresentavam-se em palcos improvisados feitos de assoalhos elevados, nas ruas, praças e quintais das moradias uberabenses. Quase sempre cobertos por telhados construídos com folhas de coqueiros, a pintura desses espaços arranjados, bem como a decoração cênica dos espetáculos, ficavam a cargo do talentoso escravo Jerônymo Mendes. Em 1862, a popularidade das peças teatrais era tanta que um grupo de dez cidadãos se reuniu para construir um teatro. Tendo vário

UBERABA E O PODER EXECUTIVO - 1837 AOS DIAS ATUAIS

Imagem
Nascido em Uberaba, em 1896, desde jovem dedicou-se às atividades agropecuárias. Posteriormente, tornou-se negociante e conhecedor da raça zebuína, participando de expedições de negócios à India, promovidas por criadores de Zebu. Era comerciante, proprietário de armazém e de uma máquina de beneficiar arroz e teve atuiação destacada na área cultural, integrando a Catira dos Borges e percorrendo a cidade para excutar serestas e serenatas. Foi nomeado prefeito em 7 de Janeiro de 1947, ficando no cargo até 2 de maio. No final de 1947, elegeu-se vereador pelo PSD, permanecendo na Câmara Municipal até 1951.  Faleceu em 18 de Janeiro de 1960.

SANTA RITA - MONUMENTO HISTÓRICO QUE INSPIRA OS ARTISTAS

Imagem
De 02 de agosto a 18 de setembro de 2011, a Igreja Santa Rita, monumento tombado em 1939, pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (IPHAN) abriga a bela exposição Santa Rita - Monumento histórico que inspira os artistas . Composta por telas, réplicas, livro... a exposição convida o visitante a demorar o olhar sobre as obras expostas. Utilizando-se de diferentes técnicas, suportes e materiais, cada trabalho revela ângulos e facetas inusitados do centenário templo, construído em 1854 e ampliado em 1877.    Vale a pena visitá-lo e conhecer mais sobre a sua história! O Arquivo Público de Uberaba parabeniza a direção do Museu de Arte Sacra (MAS), na pessoa de seu coordenador Hélio Siqueira.   Cíntia Gomide Tosta

DIA DO HISTORIADOR

Imagem
19 de Agosto, Dia do Historiador Por meio da Lei 12.130, de 17 de dezembro de 2009, foi regulamentada, em todo país, a data de 19 de agosto como Dia do Historiador , em homenagem a Joaquim Nabuco, escritor, diplomata, jurista, memorialista e grande entusiasta da história brasileira, nascido neste dia, em 1849. O papel por ele desempenhado na valorização da historiografia brasileira foi bastante relevante. Pioneiro nesse campo, foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras e incentivou estudos sobre a história de nosso país. Instituir a data foi um reconhecimento da importância do profissional da área como sujeito mediador do conhecimento histórico. O Arquivo Público de Uberaba parabeniza os historiadores!

UBERABA E O PODER EXECUTIVO - 1837 AOS DIAS ATUAIS

Imagem
Nasceu em Monte Alegre de Minas, em 27 de novembro de 1903. Veio para Uberaba ainda criança, onde estudou no Colégio Marista Diocesano. Posteriormente, formou-se em Direito, pela Universidade do Brasil, hoje Universidade Federal do Rio de Janeiro. Retornando a Uberaba, atuou como advogado, jornalista e professor universitário, ocupando a cadeira “Ciência do Direito” na Faculdade de Direito do Triangulo Mineiro, hoje Uniube.  Integrou o grupo de fundadores da Academia de Letras do Triângulo Mineiro e da Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro (atual UFTM) e presidiu a mantenedora da faculdade até a sua federalização. Foi nomeado prefeito no início da democratização do país, após o Estado Novo. Ocupou o cargo por nove meses e, tempos depois, assumiu a Advocacia Geral do Estado. Em 1959, tornou-se Desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais Faleceu em 24 de outubro de 1977. Durante sua gestão: - a sede do Hospital da Criança, na esquina das ruas Lauro Borges e Raimundo