terça-feira, 12 de agosto de 2008

UBERABA E O PODER LEGISLATIVO - 1837 AOS DIAS ATUAIS


Nasceu em Belo Horizonte em 1795 e veio para Uberaba em 1820. Exercia a medicina e o direito, além e ser padre. Era um excelente orador e ocupou uma vaga de vereador na 1ª Câmara (1837). Em sua gestão:
- as ruas centrais de Uberaba receberam iluminação de lampiões a querosene, acesos depois das 19 horas por um funcionário da Prefeitura. O primeiro lampião foi instalado em frente ao Paço Municipal (hoje Praça Rui Barbosa).
- a maneira como a população utilizava a água tornou-se uma preocupação e, visando disciplinar o seu consumo, os principais “regos” e nascente foram canalizados (com aroeira), taxas foram cobradas e imóveis construídos sobre vertentes foram desapropriados.
- o Governo Municipal – atendendo a solicitação da Corte – adquiriu um terreno para a construção de uma escola “prática em que se prepara a mocidade em estudos elementares, sobretudo o que entende como a cultura do solo e serviço da lavoura [...]” (Ata, v.2, p.60) e indicou, para elaborar o estatuto da escola e selecionar o conteúdo a ser ministrado, o vereador Henrique Des Genettes. - o Matadouro Municipal foi construído, o relógio da Matriz, instalado e o Hotel do Comércio, inaugurado (1876).

Nenhum comentário: