terça-feira, 23 de setembro de 2008

UBERABA E O PODER LEGISLATIVO - 1837 AOS DIAS ATUAIS


Após a fase de implantação da República, os governos municipais e as Câmaras foram recompostos. A primeira Câmara eleita em Uberaba, tomou posse em 1892. Como agente executivo:
- Autorizou a criação de uma escola rural na fazenda "Barreiro".
- Regulou as concessões para edificação em terreno desocupado e definiu o
perímetro da cidade.
- Permitiu a colocação de placas nas ruas, praças e largos.
- Propôs a criação da Biblioteca Pública,
- Reparou o Teatro e a Igreja Santa Rita, ambos em péssimas condições.
- Solicitou a verificação do desempenho do administrador do mercado, suspeito de
se servir do cargo para monopolizar o preço, causando prejuízos para o pequeno comércio.
Durante sua gestão, foi inaugurado o Hospital Santa Casa de Misericórdia (1898), fundado o Clube da Lavoura e Comércio de Uberaba e o Jornal Lavoura e Comércio (1899), [...] para cooperar na grande campanha que se fazia em todo estado contra o governo de Silviano Brandão que, para recuperar os grandes gastos feitos com a construção da nova capital, desejava criar o malfadado imposto territorial, que num crescendo contínuo, vem até hoje atormentando os possuidores de terra [ ...][1] O cargo de agente executivo é separado do cargo de presidente da Câmara pela Lei Municipal n° 99 e deixa de ser remunerado, o Cemitério Municipal é inaugurado e as duas torres da Catedral foram demolidas e edificada uma única. (1900)

[1] Revista Convergência

Nenhum comentário: