segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

ESTÁDIO "BOULANGER PUCCI"

O time do Uberaba Sport Clube, fundado no ano de 1917, realizava inicialmente suas partidas num campo alugado nos fundos da Santa Casa de Misericórdia, onde atualmente se situa o Hospital Escola. As vitórias conquistadas logo nas primeiras partidas contra equipes da região e da capital paulista, permitiram a rápida expansão e a popularização do clube recém-fundado e inviabilizou a manutenção de suas atividades esportivas naquele local.

Assim, no dia 10 de março de 1920, o presidente do Uberaba Sport Clube, o médico Cantidiano de Almeida, adquiriu um terreno de 200x120 m no bairro das Mercês, onde se situava a chácara de propriedade de Stanislau Severino Soares e de Graziela Marques Soares. No mesmo ano e nesse terreno, construiu-se o estádio e lavrou-se, no Cartório do 2º Ofício, uma escritura pública, registrada no livro 3-I de transcrição de imóveis. 

As dificuldades iniciais para a concretização do sonho de manter um estádio próprio foram logo superadas pela direção do clube e pela população, com a realização de inúmeras festas, quermesses e bingos, que tornaram possível a arrecadação do capital para o início das obras. 

No dia 1º de novembro de 1922, o estádio do Uberaba Sport, no fim da atual Rua Hildebrando Pontes, esquina da Avenida da Saudade, foi finalmente inaugurado, com lotação para 1.120 pessoas. As dimensões do campo eram de 110x70 m, podendo ser ampliadas até 110x80 m, de acordo com as exigências da instituição que congregava as equipes de futebol do período, a Liga Mineira de Desportos Terrestres. Na partida inaugural, o time do Uberaba enfrentou o Clube Atlético Paulistano, da capital de São Paulo, e venceu a partida por 2x1. Depois disso, o Uberaba recebeu, em partida festiva, o campeão do Uruguai, o Peñarol de Montevidéu. 

Na década de 1930, o estádio ganhou o nome de um dos presidentes do Uberaba Sport, “Boulanger Pucci”, prefeito de Uberaba, na gestão de 1947 a 1951. Essa homenagem, em vida – Boulanger faleceu em 1965 – decorreu do fato de que ele disponibilizou boa parte de suas atividades à organização e à administração do estádio. 

Em 1976, a Câmara Municipal de Uberaba realizou uma homenagem a Rigoleto de Martino, autor do Hino do Uberaba Sport, nomeando a praça situada em frente ao estádio (cruzamento da Rua Hildebrando Pontes e Avenida da Saudade) com seu nome. No local, ainda existe, embora de difícil visualização, uma placa alusiva ao nome. 

As campanhas realizadas nas décadas de 1940 e 1950: conquista do título do campeonato do Triângulo Mineiro e, duas vezes, o título de melhor time do interior de Minas Gerais, todas disputadas em seu estádio, tornaram o USC conhecido, por muito tempo, como “O Time das Mercês”. Até o ano de 1972, data em que foi inaugurado o estádio Engenheiro João Guido, conhecido popularmente como Uberabão, as principais partidas da equipe aconteceram no Boulanger Pucci.

 Luiz Henrique Caetano Cellurale
Danilo Costa Ferrari

Nenhum comentário: