segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Administrar seus ofícios e o bem comum: o perfil socioeconômico das elites regionais no Sertão da Farinha Podre (1852-1888)


O artigo do professor e coordenador do curso de História da UFTM - Flávio Henrique Dias Saldanha, investiga o perfil socioeconômico das elites no Sertão da Farinha Podre, atual Triângulo Mineiro, Minas Gerais. Para tanto, utilizou-se como fontes de pesquisa as atas da Câmara Municipal e os inventários do Arquivo Público da cidade de Uberaba (MG). Tais fontes permitiram, ao menos, elucidar as opções de investimento e a composição da riqueza das elites, bem como o grau de participação destas na formação do Estado imperial.



Flávio Henrique Dias Saldanha é Doutor em História pela Unesp/Franca (SP); Coordenador e Professor Adjunto do Departamento de História da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba (MG). Livros publicados: SALDANHA, Flávio H. D. O Império da Ordem: Guarda Nacional, coronéis e burocratas em Minas Gerais na segunda metade do século XIX (1850-1873). São Paulo: UNESP, 2013. SALDANHA, Flávio H. D. Os Oficiais do Povo: a Guarda Nacional em Minas Gerais oitocentista, 1831-1850. São Paulo: Annablume/FAPESP, 2006. 


Primeiro prédio da Câmara Municipal de Uberaba em imagem do final do século XIX. Anexo ao edifício encontrava-se a Cadeia e o Tribunal de Juri. Acervo: Superintendência do Arquivo Público de Uberaba.

Confira o artigo:

Nenhum comentário: