quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

A SUPERINTENDÊNCIA DE ARQUIVO PÚBLICO APRESENTA UM BALANÇO FAVORÁVEL EM 2013

Várias realizações aconteceram na Superintendência como, a conquista de acervos do Jornal Lavoura e Comércio, O Sorriso, Uberaba- Jornal, Coleção Circo-Teatro, livros, revistas, DVD’s, artigos, monografias (teses de mestrado, doutorado e Trabalhos de Conclusão de Curso..
A instituição recebeu visitas importantes, entre elas do Arcebispo de Uberaba D. Paulo Mendes Peixoto para conhecer o acervo e a forma de acondicionamento e preservação dos documentos. Pela primeira vez um Arcebispo visitou a instituição e deu indicativos favoráveis para que os pesquisadores da Superintendência tenham acesso aos ricos acervos da Arquidiocese, assim como das Igrejas da Catedral e da Adoração Perpétua. Dessa forma os pesquisadores da Superintendência passam a ter maiores subsídios para aprimorar a pesquisa histórica.  A visita foi muito importante no sentido de estabelecer uma parceria com a Cúria, em nome da preservação da memória histórica do município, para que as gerações futuras possam conhecer a história da cidade e Região.
Outra visita importante à Superintendência foi da diplomata da Eslovênia Darja Radic, ex-ministra da Economia em 2010 e 2011 e do cientista Matjaz Kunave, responsável pela pesquisa em “Energia Verde” e a produção de um papel específico para a restauração de documentos, muito importante para os trabalhos da Superintendência. A visita também abre um caminho para promover em Uberaba o turismo histórico com a Eslovênia.
      Marcou presença na Superintendência o embaixador da Namíbia Lineekela J. Mboti, que falou sobre os motivos que o trouxeram à Uberaba, dentre outros, conhecer as formas de criação de gado e os Programas do Governo Federal, como o “Bolsa Família” e conhecer a história de Uberaba. A superintendência de Arquivo demonstrou que a instituição é uma das principais detentoras de documentação do município e da história de Uberaba e da região.
A instituição também recebeu os pesquisadores russos Fedor Ratnikov e Anastasia Zhukovskaya, que estão desenvolvendo um projeto cultural na área fotográfica. Nessa ocasião, estiveram em Uberaba para pesquisar imagens relativas às manifestações culturais, históricas e religiosas de Uberaba e região e também outras regiões do Brasil. Publicam suas experiências em um Blog e pretendem publicar na Russia um livro de fotografias e uma revista referente às histórias vividas em suas viagens, entre elas, a de Uberaba.
 A Superintendência de Arquivo Público em parceria com o Instituto Agronelli lançaram em novembro o livro “Meu Bairro tem história, Eu tenho Futuro”. Essa edição conta com histórias dos alunos de algumas escolas estaduais e municipais. O livro faz parte do projeto “Cultivando Cidadania: Cultura e História do Meu Bairro”.  Esse projeto é importante, pois reconstrói a história dos bairros, fazendo com que os alunos se identifiquem e se insiram no espaço. Ele amplia a cidadania, que é de extrema importância.

 Em agosto de 2013 a instituição recebeu a visita do Secretário da Cultura de Delta - Marcelo Lúcio Costa e da Coordenadora da Biblioteca- Elizabete Rosa Cruz Santos para que a Superintendência preste um apoio e orientações técnicas para a montagem e estruturação do Arquivo Público daquela cidade, em consonância com as normas nacionais de arquivo (CONARQ). O Secretário Marcelo julgou proveitosa a visita pelas informações esclarecedoras que obteve para iniciar a organização do Arquivo e na oportunidade solicitou a parceria da Superintendência de Arquivo Público de Uberaba para cooperar com esse trabalho em Delta.

A Superintendência de Arquivo Público orientou as Secretarias Municipais de Uberaba para cumprirem a política de Gestão de Documentos e Informações Municipais – GSDIM. Ressalta a importância do prosseguimento da gestão de documentos e informações municipais – GSDIM, implantada pela Lei 10082/2006, como forma de assegurar a organização, controle, proteção e preservação do patrimônio documental arquivístico da cidade de Uberaba.
     Algumas ações educativas foram desenvolvidas com o projeto “Ações Educativas: Diálogos Entre a História, a Educação e a Cultura”, que tem como objetivos valorizar a história do município e fortalecer o sentimento de identidade nas crianças, adolescentes e jovens. O Projeto desenvolve ações que estimulam nos estudantes, a curiosidade, o diálogo, à valorização e  o reconhecimento da importância da história de Uberaba, da preservação e das referências históricas, incentivando o protagonismo dos estudantes. Assim, desenvolve também conteúdos de Educação Patrimonial como: memória, bem cultural, patrimônio. O Projeto Ações Educativas oferta à comunidade escolar “Encontros de Formação para os Docentes”, com visitas temáticas monitoradas para os estudantes abordando e discutindo conteúdos como: “A Escravidão em Uberaba” e “Uberaba na Segunda Grande Guerra Mundial”, além de outros temas significativos.
A Superintendência de Arquivo mantém parceria com a UFTM, com o apoio da CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – onde a Universidade Federal do Triângulo Mineiro desenvolve o PIBID - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência, com o objetivo de aperfeiçoar e valorizar a formação de professores da Educação Básica. 
A Superintendência promoveu o Primeiro Encontro de Arquivos Públicos Municipais do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, fato inédito na instituição, que reuniu aproximadamente cem pessoas para discutirem as políticas de arquivos públicos municipais com a participação de técnicos, historiadores, advogados e arquivistas de renome no país.
A instituição participou de todos os eventos de Ação para o Bem e Integração nos Bairros ocorridos em 2013 e finalizou o ano de 2013 com um saldo positivo de atendimentos ao público e a conclusão de dois livros intitulados Anais da Câmara Municipal de Uberaba–1856 a 1900 e EPAMIG na Vanguarda da Pesquisa. Além disso, foram publicados artigos em jornais da cidade referentes aos 13 de maio, A festa da Abadia e o Aniversário de Uberaba.
A Superintendência estabeleceu um projeto em parceria com o Arquivo Público Mineiro, a SECTES (Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e a FAPEMIG (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais) para a implantação da Hemeroteca Digital, que contemplará também os laboratórios de Restauro e de Digitalização. A Superintendência pretende digitalizar primeiramente o Jornal Lavoura e Comércio.
Em novembro de 2013, a Superintendência de Arquivo Público foi agraciada com o Certificado de primeiro lugar da Prefeitura de Uberaba no Concurso de “Melhor Espaço em Vivência em Valores Humanos”.

Marta Zednik de Casanova
Superintendente de Arquivo Público
                                                                                              

Visita do Arcebispo D. Paulo Mendes Peixoto na Superintendência de Arquivo Público

Marta Zednik de Casanova - Superintendente de Arquivo Público em visita a Arquidiocese de Uberaba convidou o Arcebispo de Uberaba para conhecer a Superintendência de Arquivo Público, instituição que tem um rico acervo e sérias e importantes funções de orientar, resgatar e preservar a documentação do município.
A superintendente diz que é importante tornar público a documentação histórica da cidade, pois este norteamento institucional contempla a Lei Federal nº. 12.527, de 18 de novembro de 2011 que estabelece o “Acesso à Informação Pública”. A lei foi regulamentada pelo município, Decreto nº 4.955, de 17/07/2012.
 O Arcebispo de Uberaba D. Paulo Mendes Peixoto foi transferido em 2012 da Diocese de São José do Rio Preto para a Arquidiocese de Uberaba desde 01 de maio 2012. É historiador e tem mostrado grande sensibilidade à preservação da história.
O arcebispo compareceu à Superintendência na última sexta feira, 5 de julho, acompanhado de Alda Nice de Jesus e Silva - arquivista da Cúria Metropolitana de Uberaba. O Arcebispo conheceu nossas instalações, o acervo e a forma de acondicionamento e preservação dos documentos.  Demonstrou simpatia à nossa organização arquivística, pois valoriza muito a cultura e deu indicativos favoráveis para que os pesquisadores da Superintendência de Arquivo consultem os ricos acervos da Arquidiocese, assim como das Igrejas da Catedral e da Adoração Perpetua. Dessa forma os pesquisadores da Superintendência passam a ter maiores subsídios para aprimorar a pesquisa histórica.
A Superintendente Marta coloca que é muito importante estabelecer uma parceria tão importante com a Cúria, em nome da preservação da memória histórica do município para que as gerações futuras possam conhecer a história da cidade e Região.
Após a visitação foi oferecido um Coffee Break para celebrar o momento histórico, ou seja, é a primeira vez em 27 anos, desde a fundação da Superintendência de Arquivo Público, que um arcebispo visita a instituição e mostra-se simpático em abrir os arquivos da Arquidiocese para a consulta.


Superintendência de Arquivo Público




A Superintendente Marta Zednik de Casanova conversa com o
 Arcebispo D. Paulo Mendes Peixoto


O Arcebispo de Uberaba D. Paulo Mendes Peixoto e a Arquivística da Cúria Metropolitana Alda Nice Maria de Jesus e Silva
Prefeito de Uberaba Paulo Piau arremata o acervo jornalistico e fotográfico do Jornal Lavoura e Comércio

O Jornal Lavoura e Comercio foi fundado em 1899. A  ultima edição do Jornal Lavoura e Comércio circulou em 23 de outubro de 2003, quando teve seu imóvel lacrado em virtude de falência da empresa. A coleção é composta de 227 volumes (27.550 edições) e 900 mil fotografias. O jornal é centenário e de grande valor histórico para Uberaba e Região. É considerado o jornal mais antigo de Minas Gerais e o terceiro mais antigo do Brasil. Em 26 novembro de 2013 o Prefeito de Uberaba Paulo Piau, sensível  às questões culturais e sociais viabilizou o arremate do acervo jornalistico e fotográfico no valor de 180.000,00. Isso significa uma grande conquista para Uberaba e Região. A Superintendência de Arquivo Público receberá o acervo procedendo o seu restauro e a digitalização e disponibilizando-o para consulta aos historiadores, pesquisadores, instituições de ensino e comunidade uberabense, fortalecendo assim o direito pleno à cidadania no que se refere à Lei de Acesso a Informação. 

Visita da Diplomata da Eslovênia Darja Radic

Dia 23 de outubro de 2013, às 16h a Superintendência de Arquivo Público recebeu a visita da diplomata da Eslovênia Darja Radic, ex-ministra da Economia em 2010 e 2011. Ela tem grande experiência na elaboração e aplicação de competitividade nacional e estratégias de inovação, jornais e programas de políticas, incluindo a concepção e implementação de medidas específicas para a promoção do empreendedorismo e competitividade, melhorando o ambiente de negócios, a criação de incubadoras de empresas e parques tecnológicos.
Tem ampla experiência na elaboração e implementação de estratégias, políticas e legislação no setor do turismo a nível nacional, regional e local, onde ela é um autor ou coautor de todos os principais documentos estratégicos, políticas e programas iniciados em 2001 na Eslovênia. Excelente compreensão das estratégias da União Europeia. Experiência em gerenciamento de projetos, monitoramento e controle
dos mesmos. Experiência em docência em economia e gestão de projetos.
                    A superintendente do Arquivo Marta Zednik de Casanova disse que foi uma honra receber na instituição a diplomada Darja Radic pela ampla experiência na área de turismo e economia, sendo a Eslovênia um país ainda jovem, que conseguiu sua independência na década de 1990, constituindo um exemplo a seguir, pois em pouco tempo o país está em 21º lugar do mundo em desenvolvimento humano. A superintendente diz que é preciso promover em Uberaba o turismo histórico e a visita abre um caminho para essa possibilidade.


Marta Zednik de Casanova
Superintendente de Arquivo Público de Uberaba 

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Superintendência de Arquivo Público recebe importante doação da coleção “Circo-Teatro”

A Superintendência de Arquivo Público recebeu dia 27 de novembro de 2013 do Agente Cultural Beethoven Luís Teixeira uma valiosa doação de 36 volumes da “Coleção Circo-Teatro”, organizada pelo Instituto Cultural Sérgio Magnani. A obra contém diversos textos da dramaturgia (drama e comédia), que foram representadas dentro de circos e fizeram um enorme sucesso, tanto em Uberaba, como em todo Brasil. Peças dramáticas de teatro como “As Almas Pertencem a Deus”, “A Louca do Jardim” e “Coração Materno” levaram o público de antigamente às lágrimas. Outras peças de comédia fizeram o público rir muito, entre elas “A Flor de Manacá, “Cabocla Bonita” e a Vingança de Ringo”.
O resgate e recebimento desta importante coleção tem um enorme valor histórico-cultural. E o que é melhor: agora a Superintendência disponibiliza o acervo para os grupos e atores de teatro, pesquisadores, instituições de ensino e público em geral.
A instituição agradece e parabeniza Beethoven pela iniciativa da doação, um ato de cidadania na valorização desta importante “coleção”.

Marta Zednik de Casanova
Superintendente de Arquivo Público

I ENCONTRO DE ARQUIVOS MUNICIPAIS DO TRIÂNGULO MINEIRO E ALTO PARANAÍBA

A Superintendência de Arquivo Público, de Uberaba realiza o I Encontro de Arquivos Públicos Municipais do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, nos próximos dias 26 e 27 de novembro, no auditório da superintendência, com o intuito de nortear as políticas de organização documental nos órgãos. As palestras serão ministradas por profissionais da área de arquivologia e história.

A abertura oficial acontece às 9h, no dia 26, com o Secretário de Administração, Carlos Bracarense e a Superintendente do Arquivo Público, Marta Zednik de Casanova. Às 10h ocorre a palestra “Ações do Conselho Nacional de Arquivos (CONARQ) voltadas para os Arquivos Públicos Municipais”, proferida pela conselheira do CONARQ, Domícia Gomes Borges. Às 11h30 o Controller do Município Paulo Leonardo Vilela falará da “Lei de Acesso à Informação”. Às 12h30 será o intervalo para o almoço e as atividades serão retomadas às 14h30 com a palestra “Institucionalização de Arquivos Públicos Municipais e Implantação de Políticas de Gestão Sistêmica de Documentos e Informações Municipais”, ministrada pela diretora do 
Arquivo Público de Itatiba - SP, Daise Aparecida de Oliveira.

Já no dia 27, às 9h, haverá a palestra “Lei de Acesso à Informação na Consolidação da Democracia”, proferida pelo Juiz federal aposentado e historiador. Às 11h será o intervalo para o almoço e às 14h acontecerá a palestra “A Experiência do Arquivo Público Mineiro na Implantação da Gestão de Documentos”, ministrada pela Assessora da Diretoria de Gestão de Documentos do Arquivo Público Mineiro, Maria de Fátima da Silva Corsino. Para fechar o evento, ocorrerá às 15h a palestra “O Uso do Documento de Arquivos para a Pesquisa Histórica”, realizada pelo professor de História da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), 
Florisvaldo Paulo Júnior. 

De acordo com Marta Zednik, o objetivo do evento é reunir profissionais de arquivos públicos, órgãos governamentais, historiadores, pesquisadores, universitários e instituições de ensino. “Vamos discutir a implantação de políticas públicas de arquivo, gestão de documentos e informações, estruturação de um arquivo, bem como a democratização do acesso à informação. O documento também nasce nos órgãos públicos, por isso é muito importante à organização e à precisão das informações”, ressaltou.
Ainda segundo a superintendente, mais de 40 Arquivos Públicos da região foram convidados, além de alunos do curso de História da Universidade Federal do Triângulo Mineira (UFTM) e da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). “Esperamos pelo menos cerca de 200 pessoas para esse I Encontro regional”, destacou Zednik.

O Arquivo Público fica na Praça Doutor José Pereira Rebouças, também conhecida como Praça da Mogiana, Nº 650, no Bairro Boa Vista. Mais informações pelo telefone (34) 3338-2864 e 3312 4315.
SUPERINTENDÊNCIA DE ARQUIVO RECEBE O CERTIFICADO DE PRIMEIRO LUGAR DA PREFEITURA DE UBERABA NO CONCURSO DE “MELHOR ESPAÇO EM VIVÊNCIA EM VALORES HUMANOS”

Superintendência de Arquivo Público conquistou o primeiro lugar entre os órgãos da Prefeitura Municipal de Uberaba no Concurso de “Melhor Espaço Institucional na IV Semana de Vivência em Valores Humanos”, realizada de 17 a 23 de novembro de 2013. A premiação aconteceu dia 22 de novembro no Cine Teatro Vera Cruz, onde a Superintendente Marta Zednik Casanova recebeu a premiação para a instituição.
O Arquivo para repensar e vivenciar os valores humanos, entre os servidores realizou na semana da Vivência de Valores Humanos palestras, dinâmicas diversas e teatro com os temas “Ética Profissional”, “Origens dos Valores Humanos”, “Valorização e respeito pelos colegas”, “Relacionamentos” e “Repensar nossas atitudes”. Também foi escolhido um servidor Dalton Tavares Leite da instituição como exemplo em pratica de valores humanos que recebeu um certificado do Instituto de Valores Humanos.
É importante que a pratica em valores humanos seja constante   para que haja  aprimoramento dos seres humanos, no que se refere à ética, respeito, compreensão, solidariedade, compaixão, profissionalismo etc.
Parabenizo Lourival dos Santos do “Instituto de Vivência em Valores Humanos para um Mundo Melhor” pela iniciativa.

 Arquivo Público e Instituto Agronelli lançam livro de alunos

O Arquivo Público e o Instituto Agronelli promovem o lançamento do livro “Meu Bairro tem história, Eu tenho Futuro”, às 19h desta terça-feira (12), no Cine Teatro Municipal Vera Cruz. O livro, que está em sua 6ª edição, foi escrito por alunos da rede municipal e estadual de ensino.


Essa edição conta com histórias dos alunos das Escolas Estaduais Leandro Antônio de Vitto, no Jardim Bela Vista, Bernardo Vasconcelos, no Costa Telles I, Municipal Professor José Maciotti, no Bairro de Lourdes e Estadual Carmelita Carvalho Garcia, no Bairro Margarida Rosa Azevedo.

Enquanto o Arquivo Público é responsável por fornecer o conhecimento, por meio de documentos, livros e jornais sobre as histórias dos bairros da cidade, o Instituto Agronelli edita o livro. “Os alunos visitam o Arquivo Público e a partir dos documentos escrevem as histórias de seus bairros e escolas. Cada ano nós selecionamos alguns bairros para serem lembrados nos livros”, destacou a superintendente do Arquivo Público, Marta Zednik 
de Casanova.

O livro faz parte do projeto “Cultivando Cidadania: Cultura e História do Meu Bairro”. Segundo a superintendente, o projeto é importante, pois reconstrói a história dos bairros, fazendo com que os alunos se identifiquem e se insiram no espaço. “Ele amplia a cidadania, que é de extrema importância”, ressaltou.