terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Veja como foi a confraternização da Academia de Letras do Triângulo Mineiro



Confraternização dos 55 anos da Academia de Letras do Triângulo Mineiro no Arquivo Público e no Restaurante Cupim Grill, com a presença do Prefeito Paulo Piau, Heloísa Piau, acadêmicos e familiares.










quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Roque Manuel da Silva, o "Roque do Biju"


Biju Caju... Quando criança era ouvir o tocar do instrumento triângulo carregava que a criançada saia de casa para comprar a casquinha.




Roque Manuel da Silva, o "Roque do Biju". O doce, em forma de cone, como uma casquinha de sorvete, era atração entre as crianças da geração da década de 1950 a 1980. 

Com o latão de biju nas costas, e um triângulo nas mãos, a figura de Roque era conhecida por onde ele passava, entre as ruas de terra, da época.


Roque do Biju nasceu em Restinga, São Paulo, em 8 de setembro de 1920. 

Em Uberaba, conheceu Jandira de Oliveira da Silva, com quem se casou. E logo depois se mudaram do bairro São Benedito para o Abadia. 


Roque do Biju faleceu em agosto de 2001, aos 80 anos. A casa onde ele morava abriga ainda Dona Janice, os filhos, netos e bisnetos. 


De acordo com Mario Renato da Silva, 35 anos, neto de Roque e de dona Janice, ninguém na família deu continuidade ao feitio do biju. Talvez por isso, a quarta geração de Roque, apesar de reconhecer a fama do bisavô, não sabe dizer que gosto tem o biju que ele carregava no latão. 


Crédito da narrativa: Gledson Oliveira. 

Foto: Acervo de  Paulo Siqueira.